Sobre

Memória e Organização

Sem organização, os movimentos sociais não afloram. Sem memória, não se conhecem. Um calendário pode ser pervertido e, de um simples formatador do cotidiano, se transformar num quadro concreto de comuns para a mudança social.

Ele pode ser usado para o registro de uma narrativa coletiva e mostrar que não estamos sozinhas/os mesmo que sejamos poucos/as em cada cidade. Ele pode mostrar que, um pequeno evento soma-se a outro e nosso tempo pessoal diminuto produz um tempo coletivo de nossas necessidades, desejos e ações.

Convergência e Mobilização

O Calendário de Movimentos Sociais na verdade não é um único calendário: ele é uma composição de muitos calendários distintos numa mesma plataforma. Nele, cada grupo, corrente e movimento social pode ter seu próprio calendário usando os sistemas de Tags, Assuntos e Tipos de eventos assim como a cidade ou localidade em que eles ocorrem.

Ainda, cada um desses calendários pode ser facilmente adicionado nos sites de indivíduos, grupos e movimentos.

Ele é inspirado em experiências anteriores como o http://protest.net -- um dos agregadores da convergência dos movimentos antiglobalização dos anos 90 e início dos 2000 --- mas desta vez com o foco tanto em lutais locais quanto regionais e globais dada a sua característica de produzir calendários e linhas do tempo por tipos de eventos, assuntos, tags e localidades.

Software Livre

O Calendário de Movimentos Sociais é inteiramente construído utilizando software livre, sendo baseado na plataforma Drupal e tendo, na medida do possível, todas as suas customizações publicadas nos seguintes repositórios:

Disponibilizar o código Calendário não apenas impulsiona o desenvolvimento de softwares livres mas também permite que outros grupos criem suas próprias plataformas de calendário.